Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Leitura Bíblica 56º dia



Levítico 16.29-34

  29   E isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas, e nenhum trabalho fareis nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vós.

30     Porque naquele dia se fará expiação por vós, para purificar-vos; e sereis purificados de todos os vossos pecados perante o Senhor.

31     É um sábado de descanso para vós, e afligireis as vossas almas; isto é estatuto perpétuo.

32     E o sacerdote, que for ungido, e que for sagrado, para administrar o sacerdócio, no lugar de seu pai, fará a expiação, havendo vestido as vestes de linho, as vestes santas;

33     Assim fará expiação pelo santo santuário; também fará expiação pela tenda da congregação e pelo altar; semelhantemente fará expiação pelos sacerdotes e por todo o povo da congregação.

34     E isto vos será por estatuto perpétuo, para fazer expiação pelos filhos de Israel de todos os seus pecados, uma vez no ano. E fez Arão como o Senhor ordenara a Moisés.


Levítico 17  

1        FALOU mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2        Fala a Arão e aos seus filhos, e a todos os filhos de Israel, e dize-lhes: Esta é a palavra que o Senhor ordenou, dizendo:

3        Qualquer homem da casa de Israel que degolar boi, ou cordeiro, ou cabra, no arraial, ou quem os degolar fora do arraial,

4        E não os trouxer à porta da tenda da congregação, para oferecer oferta ao Senhor diante do tabernáculo do Senhor, a esse homem será imputado o sangue; derramou sangue; por isso será extirpado do seu povo;

5        Para que os filhos de Israel, trazendo os seus sacrifícios, que oferecem sobre a face do campo, os tragam ao Senhor, à porta da tenda da congregação, ao sacerdote, e os ofereçam por sacrifícios pacíficos ao Senhor.

6        E o sacerdote espargirá o sangue sobre o altar do Senhor, à porta da tenda da congregação, e queimará a gordura por cheiro suave ao Senhor.

7        E nunca mais oferecerão os seus sacrifícios aos demônios, após os quais eles se prostituem; isto ser-lhes-á por estatuto perpétuo nas suas gerações.

8        Dize-lhes pois: Qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre vós, que oferecer holocausto ou sacrifício,

9        E não o trouxer à porta da tenda da congregação, para oferecê-lo ao Senhor, esse homem será extirpado do seu povo.

10     E qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que comer algum sangue, contra aquela alma porei a minha face, e a extirparei do seu povo.

11     Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.

12     Portanto tenho dito aos filhos de Israel: Nenhum dentre vós comerá sangue, nem o estrangeiro, que peregrine entre vós, comerá sangue.

13     Também qualquer homem dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que caçar animal ou ave que se come, derramará o seu sangue, e o cobrirá com pó;

14     Porquanto a vida de toda a carne é o seu sangue; por isso tenho dito aos filhos de Israel: Não comereis o sangue de nenhuma carne, porque a vida de toda a carne é o seu sangue; qualquer que o comer será extirpado.

15     E todo o homem entre os naturais, ou entre os estrangeiros, que comer corpo morto ou dilacerado, lavará as suas vestes, e se banhará com água, e será imundo até à tarde; depois será limpo.

16     Mas, se os não lavar, nem banhar a sua carne, levará sobre si a sua iniqüidade.

Levítico 18

1        FALOU mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2        Fala aos filhos de Israel, e dizelhes: Eu sou o Senhor vosso Deus.

3        Não fareis segundo as obras da terra do Egito, em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã, para a qual vos levo, nem andareis nos seus estatutos.

4        Fareis conforme os meus juízos, e os meus estatutos guardareis, para andardes neles. Eu sou o Senhor vosso Deus.

5        Portanto, os meus estatutos e os meus juízos guardareis; os quais, observando-os o homem, viverá por eles. Eu sou o Senhor.

6        Nenhum homem se chegará a qualquer parenta da sua carne, para descobrir a sua nudez. Eu sou o Senhor.

7        Não descobrirás a nudez de teu pai e de tua mãe: ela é tua mãe; não descobrirás a sua nudez.

8        Não descobrirás a nudez da mulher de teu pai; é nudez de teu pai.

9        A nudez da tua irmã, filha de teu pai, ou filha de tua mãe, nascida em casa, ou fora de casa, a sua nudez não descobrirás.

10     A nudez da filha do teu filho, ou da filha de tua filha, a sua nudez não descobrirás; porque é tua nudez.

11     A nudez da filha da mulher de teu pai, gerada de teu pai (ela é tua irmã), a sua nudez não descobrirás.

12     A nudez da irmã de teu pai não descobrirás; ela é parenta de teu pai.

13     A nudez da irmã de tua màe não descobrirás; pois ela é parenta de tua mãe.

14     A nudez do irmão de teu pai não descobrirás; não te chegarás à sua mulher; ela é tua tia.

15     A nudez de tua nora não descobrirás: ela é mulher de teu filho; não descobrirás a sua nudez.

16     A nudez da mulher de teu irmão não descobrirás; é a nudez de teu irmão.

17     A nudez de uma mulher e de sua filha não descobrirás; não tomarás a filha de seu filho, nem a filha de sua filha, para descobrir a sua nudez; parentas são; maldade é.

18     E não tomarás uma mulher juntamente com sua irmã, para fazê-la sua rival, descobrindo a sua nudez diante dela em sua vida.

19     E não chegarás à mulher durante a separação da sua imundícia, para descobrir a sua nudez,

20     Nem te deitarás com a mulher de teu próximo para cópula, para te contaminares com ela.

21     E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque; e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor.

22     Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é;

23     Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é.

24     Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós.

25     Por isso a terra está contaminada; e eu visito a sua iniqüidade, e a terra vomita os seus moradores.

26     Porém vós guardareis os meus estatutos e os meus juízos, e nenhuma destas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós;

27     Porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra, que nela estavam antes de vós; e a terra foi contaminada.

28     Para que a terra não vos vomite, havendo-a contaminado, como vomitou a nação que nela estava antes de vós.

29     Porém, qualquer que fizer alguma destas abominações, sim, aqueles que as fizerem serão extirpados do seu povo.

30     Portanto guardareis o meu mandamento, não fazendo nenhuma das práticas abomináveis que se fizeram antes de vós, e não vos contamineis com elas. Eu sou o Senhor vosso Deus.


Marcos 7.24-37

24     E, levantando-se dali, foi para os termos de Tiro e de Sidom. E, entrando numa casa, não queria que alguém o soubesse, mas não pôde esconder-se;

25     Porque uma mulher, cuja filha tinha um espírito imundo, ouvindo falar dele, foi e lançou-se aos seus pés.

26     E esta mulher era grega, siro-fenícia de nação, e rogava-lhe que expulsasse de sua filha o demônio.

27     Mas Jesus disse-lhe: Deixa primeiro saciar os filhos; porque não convém tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

28     Ela, porém, respondeu, e disse-lhe: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos comem, debaixo da mesa, as migalhas dos filhos.

29     Então ele disse-lhe: Por essa palavra, vai; o demônio já saiu de tua filha.

30     E, indo ela para sua casa, achou a filha deitada sobre a cama, e que o demônio já tinha saído.

31     E ele, tornando a sair dos termos de Tiro e de Sidom, foi até ao mar da Galiléia, pelos confins de Decápolis.

32     E trouxeram-lhe um surdo, que falava dificilmente; e rogaram-lhe que pusesse a mão sobre ele.

33     E, tirando-o à parte, de entre a multidão, pôs-lhe os dedos nos ouvidos; e, cuspindo, tocou-lhe na língua.

34     E, levantando os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá; isto é, Abre-te.

35     E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente.

36     E ordenou-lhes que a ninguém o dissessem; mas, quanto mais lhos proibia, tanto mais o divulgavam.

37     E, admirando-se sobremaneira, diziam: Tudo faz bem; faz ouvir os surdos e falar os mudos.


Marcos 8.1-10

1        NAQUELES dias, havendo uma grande multidão, e não tendo que comer, Jesus chamou a si os seus discípulos, e disse-lhes:

2        Tenho compaixão da multidão, porque há já três dias que estão comigo, e não têm que comer.

3        E, se os deixar ir em jejum, para suas casas, desfalecerão no caminho, porque alguns deles vieram de longe.

4        E os seus discípulos responderam-lhe: De onde poderá alguém satisfazê-los de pão aqui no deserto?

5        E perguntou-lhes: Quantos pães tendes? E disseram-lhe: Sete.

6        E ordenou à multidão que se assentasse no chão. E, tomando os sete pães, e tendo dado graças, partiu-os, e deu-os aos seus discípulos, para que os pusessem diante deles, e puseram-nos diante da multidão.

7        Tinham também alguns peixinhos; e, tendo dado graças, ordenou que também lhos pusessem diante.

8        E comeram, e saciaram-se; e dos pedaços que sobejaram levantaram sete cestos.

9        E os que comeram eram quase quatro mil; e despediu-os.

10     E, entrando logo no barco, com os seus discípulos, foi para as partes de Dalmanuta.


Salmos 41  

1        BEM-AVENTURADO é aquele que atende ao pobre; o Senhor o livrará no dia do mal.

2        O Senhor o livrará, e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos.

3        O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença.

4        Dizia eu: Senhor, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti.

5        Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele, e perecerá o seu nome?

6        E, se algum deles vem ver-me, fala coisas vãs; no seu coração amontoa a maldade; saindo para fora, é disso que fala.

7        Todos os que me odeiam murmuram à uma contra mim; contra mim imaginam o mal, dizendo:

8        Uma doença má se lhe tem apegado; e agora que está deitado, não se levantará mais.

9        Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.

10     Porém tu, Senhor, tem piedade de mim, e levanta-me, para que eu lhes dê o pago.

11     Por isto conheço eu que tu me favoreces: que o meu inimigo não triunfa de mim.

12     Quanto a mim, tu me sustentas na minha sinceridade, e me puseste diante da tua face para sempre.

13     Bendito seja o Senhor Deus de Israel de século em século. Amém e Amém.


Provérbios 10.15-16

15     Os bens do rico são a sua cidade forte, a pobreza dos pobres a sua ruína.

16     A obra do justo conduz à vida, o fruto do perverso, ao pecado.

3 comentários: