Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

sábado, 1 de março de 2014

Leitura Bíblica 60º dia



Levítico 24
1       E FALOU o Senhor a Moisés, dizendo:
2       Ordena aos filhos de Israel que te tragam azeite de oliveira, puro, batido, para a luminária, para manter as lâmpadas acesas continuamente.
3       Arão as porá em ordem perante o Senhor continuamente, desde a tarde até à manhã, fora do véu do testemunho, na tenda da congregação; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações.
4       Sobre o candelabro de ouro puro porá em ordem as lâmpadas perante o Senhor continuamente.
5       Também tomarás da flor de farinha, e dela cozerás doze pães; cada pão será de duas dízimas de um efa.
6       E os porás em duas fileiras, seis em cada fileira, sobre a mesa pura, perante o Senhor.
7       E sobre cada fileira porás incenso puro, para que seja, para o pão, por oferta memorial; oferta queimada é ao Senhor.
8       Em cada dia de sábado, isto se porá em ordem perante o Senhor continuamente, pelos filhos de Israel, por aliança perpétua.
9       E será de Arão e de seus filhos, os quais o comerão no lugar santo, porque uma coisa santíssima é para eles, das ofertas queimadas ao Senhor, por estatuto perpétuo.
10     E apareceu, no meio dos filhos de Israel o filho de uma mulher israelita, o qual era filho de um homem egípcio; e o filho da israelita e um homem israelita discutiram no arraial.
11     Então o filho da mulher israelita blasfemou o nome do Senhor, e o amaldiçoou, por isso o trouxeram a Moisés; e o nome de sua mãe era Selomite, filha de Dibri, da tribo de Dã.
12     E eles o puseram na prisão, até que a vontade do Senhor lhes pudesse ser declarada.
13     E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
14     Tira o que tem blasfemado para fora do arraial; e todos os que o ouviram porão as suas mãos sobre a sua cabeça; então toda a congregação o apedrejará.
15     E aos filhos de Israel falarás, dizendo: Qualquer que amaldiçoar o seu Deus, levará sobre si o seu pecado.
16     E aquele que blasfemar o nome do Senhor, certamente morrerá; toda a congregação certamente o apedrejará; assim o estrangeiro como o natural, blasfemando o nome do Senhor, será morto.
17     E quem matar a alguém certamente morrerá.
18     Mas quem matar um animal, o restituirá, vida por vida.
19     Quando também alguém desfigurar o seu próximo, como ele fez, assim lhe será feito:
20     Quebradura por quebradura, olho por olho, dente por dente; como ele tiver desfigurado a algum homem, assim se lhe fará.
21     Quem, pois, matar um animal, restituí-lo-á, mas quem matar um homem será morto.
22     Uma mesma lei tereis; assim será para o estrangeiro como para o natural; pois eu sou o Senhor vosso Deus.
23     E disse Moisés, aos filhos de Israel que levassem o que tinha blasfemado para fora do arraial, e o apedrejassem; e fizeram os filhos de Israel como o Senhor ordenara a Moisés.

Levítico 25
 1       FALOU mais o Senhor a Moisés no monte Sinai, dizendo:
2       Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando tiverdes entrado na terra, que eu vos dou, então a terra descansará um sábado ao Senhor.
3       Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos;
4       Porém ao sétimo ano haverá sábado de descanso para a terra, um sábado ao Senhor; não semearás o teu campo nem podarás a tua vinha.
5       O que nascer de si mesmo da tua sega, não colherás, e as uvas da tua separação não vindimarás; ano de descanso será para a terra.
6       Mas os frutos do sábado da terra vos serão por alimento, a ti, e ao teu servo, e à tua serva, e ao teu diarista, e ao estrangeiro que peregrina contigo;
7       E ao teu gado, e aos teus animais, que estão na tua terra, todo o seu produto será por mantimento.
8       Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos.
9       Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra,
10     E santificareis o ano quinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e cada um à sua família.
11     O ano quinquagésimo vos será jubileu; não semeareis nem colhereis o que nele nascer de si mesmo, nem nele vindimareis as uvas das separações,
12     Porque jubileu é, santo será para vós; a novidade do campo comereis.
13     Neste ano do jubileu tornareis cada um à sua possessão.
14     E quando venderdes alguma coisa ao vosso próximo, ou a comprardes da mão do vosso próximo, ninguém engane a seu irmão;
15     Conforme ao número dos anos, desde o jubileu, comprarás ao teu próximo; e conforme o número dos anos das colheitas, ele a venderá a ti.
16     Conforme se multipliquem os anos, aumentarás o seu preço, e conforme à diminuição dos anos abaixarás o seu preço; porque conforme o número das colheitas é que ele te vende.
17     Ninguém, pois, engane ao seu próximo; mas terás temor do teu Deus; porque eu sou o Senhor vosso Deus.
18     E observareis os meus estatutos, e guardareis os meus juízos, e os cumprireis; assim habitareis seguros na terra.
19     E a terra dará o seu fruto, e comereis a fartar, e nela habitareis seguros.
20     E se disserdes: Que comeremos no ano sétimo? eis que não havemos de semear nem fazer a nossa colheita;
21     Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano, para que dê fruto por três anos,
22     E no oitavo ano semeareis, e comereis da colheita velha até ao ano nono; até que venha a nova colheita, comereis a velha.
23     Também a terra não se venderá em perpetuidade, porque a terra é minha; pois vós sois estrangeiros e peregrinos comigo.
24     Portanto em toda a terra da vossa possessão dareis resgate à terra.
25     Quando teu irmão empobrecer e vender alguma parte da sua possessão, então virá o seu resgatador, seu parente, e resgatará o que vendeu seu irmão.
26     E se alguém não tiver resgatador, porém conseguir o suficiente para o seu resgate,
27     Então contará os anos desde a sua venda, e o que ficar restituirá ao homem a quem a vendeu, e tornará à sua possessão.
28     Mas se não conseguir o suficiente para restituir-lha, então a que foi vendida ficará na mão do comprador até ao ano do jubileu; porém no ano do jubileu sairá, e ele tornará à sua possessão.
29     E, quando alguém vender uma casa de moradia em cidade murada, então poderá resgatá-la até que se cumpra o ano da sua venda; durante um ano inteiro será lícito o seu resgate.
30     Mas, se, cumprindo-se-lhe um ano inteiro, ainda não for resgatada, então a casa, que estiver na cidade que tem muro, em perpetuidade ficará ao que a comprou, pelas suas gerações; não sairá no jubileu.
31     Mas as casas das aldeias que não têm muro ao redor, serão estimadas como o campo da terra; para elas haverá resgate, e sairão no jubileu.
32     Mas, no tocante às cidades dos levitas, às casas das cidades da sua possessão, direito perpétuo de resgate terão os levitas.
33     E se alguém comprar dos levitas, uma casa, a casa comprada e a cidade da sua possessão sairão do poder do comprador no jubileu; porque as casas das cidades dos levitas são a sua possessão no meio dos filhos de Israel.
34     Mas o campo do arrabalde das suas cidades não se venderá, porque lhes é possessão perpétua.
35     E, quando teu irmão empobrecer, e as suas forças decaírem, então sustentá-lo-ás, como estrangeiro e peregrino viverá contigo.
36     Não tomarás dele juros, nem ganho; mas do teu Deus terás temor, para que teu irmão viva contigo.
37     Não lhe darás teu dinheiro com usura, nem darás do teu alimento por interesse.
38     Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito, para vos dar a terra de Canaã, para ser vosso Deus.
39     Quando também teu irmão empobrecer, estando ele contigo, e vender-se a ti, não o farás servir como escravo.
40     Como diarista, como peregrino estará contigo; até ao ano do jubileu te servirá;
41     Então sairá do teu serviço, ele e seus filhos com ele, e tornará à sua família e à possessão de seus pais.
42     Porque são meus servos, que tirei da terra do Egito; não serão vendidos como se vendem os escravos.
43     Não te assenhorearás dele com rigor, mas do teu Deus terás temor.
44     E quanto a teu escravo ou a tua escrava que tiveres, serão das nações que estão ao redor de vós; deles comprareis escravos e escravas.
45     Também os comprareis dos filhos dos forasteiros que peregrinam entre vós, deles e das suas famílias que estiverem convosco, que tiverem gerado na vossa terra; e vos serão por possessão.
46     E possuí-los-eis por herança para vossos filhos depois de vós, para herdarem a possessão; perpetuamente os fareis servir; mas sobre vossos irmãos, os filhos de Israel, não vos assenhoreareis com rigor, uns sobre os outros.
Marcos 10.13-31
13     E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam.
14     Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus.
15     Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele.
16     E, tomando-os nos seus braços, e impondo-lhes as mãos, os abençoou.
17     E, pondo-se a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou diante dele, e lhe perguntou: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
18     E Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom senão um, que é Deus.
19     Tu sabes os mandamentos: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; não defraudarás alguém; honra a teu pai e a tua mãe.
20     Ele, porém, respondendo, lhe disse: Mestre, tudo isso guardei desde a minha mocidade.
21     E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me.
22     Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste; porque possuía muitas propriedades.
23     Então Jesus, olhando em redor, disse aos seus discípulos: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas!
24     E os discípulos se admiraram destas suas palavras; mas Jesus, tornando a falar, disse-lhes: Filhos, quão difícil é, para os que confiam nas riquezas, entrar no reino de Deus!
25     É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus.
26     E eles se admiravam ainda mais, dizendo entre si: Quem poderá, pois, salvar-se?
27     Jesus, porém, olhando para eles, disse: Para os homens é impossível, mas não para Deus, porque para Deus todas as coisas são possíveis.
28     E Pedro começou a dizer-lhe: Eis que nós tudo deixamos, e te seguimos.
29     E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho,
30     Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna.
31     Porém muitos primeiros serão derradeiros, e muitos derradeiros serão primeiros.
Salmos 44.9-26
9       Mas agora tu nos rejeitaste e nos confundiste, e não sais com os nossos exércitos.
10     Tu nos fazes retirar do inimigo, e aqueles que nos odeiam nos saqueiam para si.
11     Tu nos entregaste como ovelhas para comer, e nos espalhaste entre os gentios.
12     Tu vendes por nada o teu povo, e não aumentas a tua riqueza com o seu preço.
13     Tu nos pões por opróbrio aos nossos vizinhos, por escárnio e zombaria daqueles que estão à roda de nós.
14     Tu nos pões por provérbio entre os gentios, por movimento de cabeça entre os povos.
15     A minha confusão está constantemente diante de mim, e a vergonha do meu rosto me cobre,
16     À voz daquele que afronta e blasfema, por causa do inimigo e do vingador.
17     Tudo isto nos sobreveio; contudo não nos esquecemos de ti, nem nos houvemos falsamente contra a tua aliança.
18     O nosso coração não voltou atrás, nem os nossos passos se desviaram das tuas veredas;
19     Ainda que nos quebrantaste num lugar de dragões, e nos cobriste com a sombra da morte.
20     Se nós esquecemos o nome do nosso Deus, e estendemos as nossas mãos para um deus estranho,
21     Porventura não esquadrinhará Deus isso? Pois ele sabe os segredos do coração.
22     Sim, por amor de ti, somos mortos todo o dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro.
23     Desperta, por que dormes, Senhor? Acorda, não nos rejeites para sempre.
24     Por que escondes a tua face, e te esqueces da nossa miséria e da nossa opressão?
25     Pois a nossa alma está abatida até ao pó; o nosso ventre se apega à terra.
26     Levanta-te em nosso auxílio, e resgata-nos por amor das tuas misericórdias.

Provérbios 10.20-21
20     Prata escolhida é a língua do justo; o coração dos perversos é de nenhum valor.
21     Os lábios do justo apascentam a muitos, mas os tolos morrem por falta de entendimento.

2 comentários: