Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Leitura Bíblica 92º dia



 Deuteronômio 21

1         QUANDO na terra que te der o Senhor teu Deus, para possuí-la, se achar um morto, caído no campo, sem que se saiba quem o matou,

2         Então sairão os teus anciãos e os teus juízes, e medirão a distância até as cidades que estiverem em redor do morto;

3         E, na cidade mais próxima ao morto, os anciãos da mesma cidade tomarão uma novilha da manada, que não tenha trabalhado nem tenha puxado com o jugo;

4         E os anciãos daquela cidade trarão a novilha a um vale áspero, que nunca foi lavrado nem semeado; e ali, naquele vale, degolarão a novilha;

5         Então se achegarão os sacerdotes, filhos de Levi; pois o Senhor teu Deus os escolheu para o servirem, e para abençoarem em nome do Senhor; e pela sua palavra se decidirá toda a demanda e todo o ferimento;

6         E todos os anciãos da mesma cidade, mais próxima ao morto, lavarão as suas mãos sobre a novilha degolada no vale;

7         E protestarão, e dirão: As nossas mãos não derramaram este sangue, e os nossos olhos o não viram.

8         Sê propício ao teu povo Israel, que tu, ó Senhor, resgataste, e não ponhas o sangue inocente no meio do teu povo Israel. E aquele sangue lhes será expiado.

9         Assim tirarás o sangue inocente do meio de ti; pois farás o que é reto aos olhos do Senhor.

10       Quando saíres à peleja contra os teus inimigos, e o Senhor teu Deus os entregar nas tuas mãos, e tu deles levares prisioneiros,

11       E tu entre os presos vires uma mulher formosa à vista, e a cobiçares, e a tomares por mulher,

12       Então a trarás para a tua casa; e ela rapará a cabeça e cortará as suas unhas.

13       E despirá o vestido do seu cativeiro, e se assentará na tua casa, e chorará a seu pai e a sua mãe um mês inteiro; e depois chegarás a ela, e tu serás seu marido e ela tua mulher.

14       E será que, se te não contentares dela, a deixarás ir à sua vontade; mas de modo algum a venderás por dinheiro, nem a tratarás como escrava, pois a tens humilhado.

15       Quando um homem tiver duas mulheres, uma a quem ama e outra a quem despreza, e a amada e a desprezada lhe derem filhos, e o filho primogênito for da desprezada,

16       Será que, no dia em que fizer herdar a seus filhos o que tiver, não poderá dar a primogenitura ao filho da amada, preferindo-o ao filho da desprezada, que é o primogênito.

17       Mas ao filho da desprezada reconhecerá por primogênito, dando-lhe dobrada porção de tudo quanto tiver; porquanto aquele é o princípio da sua força, o direito da primogenitura é dele.

18       Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos,

19       Então seu pai e sua mãe pegarão nele, e o levarão aos anciãos da sua cidade, e à porta do seu lugar;

20       E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz; é um comilão e um beberrão.

21       Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, e todo o Israel ouvirá e temerá.

22       Quando também em alguém houver pecado, digno do juízo de morte, e for morto, e o pendurares num madeiro,

23       O seu cadáver não permanecerá no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto o pendurado é maldito de Deus; assim não contaminarás a tua terra, que o Senhor teu Deus te dá em herança.


Deuteronômio 22


1         VENDO extraviado o boi ou ovelha de teu irmão, não te desviarás deles; restituí-los-ás sem falta a teu irmão.

2         E se teu irmão não estiver perto de ti, ou não o conheceres, recolhê-los-ás na tua casa, para que fiquem contigo, até que teu irmão os busque, e tu lhos restituirás.

3         Assim também farás com o seu jumento, e assim farás com as suas roupas; assim farás também com toda a coisa perdida, que se perder de teu irmão, e tu a achares; não te poderás omitir.

4         Se vires o jumento que é de teu irmão, ou o seu boi, caídos no caminho, não te desviarás deles; sem falta o ajudarás a levantá-los.

5         Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao Senhor teu Deus.

6         Quando encontrares pelo caminho um ninho de ave numa árvore, ou no chão, com passarinhos, ou ovos, e a mãe posta sobre os passarinhos, ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes;

7         Deixarás ir livremente a mãe, e os filhotes tomarás para ti; para que te vá bem e para que prolongues os teus dias.

8         Quando edificares uma casa nova, farás um parapeito, no eirado, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de algum modo cair dela.

9         Não semearás a tua vinha com diferentes espécies de semente, para que não se degenere o fruto da semente que semeares, e a novidade da vinha.

10       Com boi e com jumento não lavrarás juntamente.

11       Não te vestirás de diversos estofos de lã e linho juntamente.

12       Franjas porás nas quatro bordas da tua manta, com que te cobrires.

13       Quando um homem tomar mulher e, depois de coabitar com ela, a desprezar,

14       E lhe imputar coisas escandalosas, e contra ela divulgar má fama, dizendo: Tomei esta mulher, e me cheguei a ela, porém não a achei virgem;

15       Então o pai da moça e sua mãe tomarão os sinais da virgindade da moça, e levá-los-ão aos anciãos da cidade, à porta;

16       E o pai da moça dirá aos anciãos: Eu dei minha filha por mulher a este homem, porém ele a despreza;

17       E eis que lhe imputou coisas escandalosas, dizendo: Não achei virgem a tua filha; porém eis aqui os sinais da virgindade de minha filha. E estenderão a roupa diante dos anciãos da cidade.

18       Então os anciãos da mesma cidade tomarão aquele homem, e o castigarão.

19       E o multarão em cem siclos de prata, e os darão ao pai da moça; porquanto divulgou má fama sobre uma virgem de Israel. E lhe será por mulher, em todos os seus dias não a poderá despedir.

20       Porém se isto for verdadeiro, isto é, que a virgindade não se achou na moça,

21       Então levarão a moça à porta da casa de seu pai, e os homens da sua cidade a apedrejarão, até que morra; pois fez loucura em Israel, prostituindo-se na casa de seu pai; assim tirarás o mal do meio de ti.

22       Quando um homem for achado deitado com mulher que tenha marido, então ambos morrerão, o homem que se deitou com a mulher, e a mulher; assim tirarás o mal de Israel.

23       Quando houver moça virgem, desposada, e um homem a achar na cidade, e se deitar com ela,

24       Então trareis ambos à porta daquela cidade, e os apedrejareis, até que morram; a moça, porquanto não gritou na cidade, e o homem, porquanto humilhou a mulher do seu próximo; assim tirarás o mal do meio de ti.

25       E se algum homem no campo achar uma moça desposada, e o homem a forçar, e se deitar com ela, então morrerá só o homem que se deitou com ela;

26       Porém à moça não farás nada. A moça não tem culpa de morte; porque, como o homem que se levanta contra o seu próximo, e lhe tira a vida, assim é este caso.

27       Pois a achou no campo; a moça desposada gritou, e não houve quem a livrasse.

28       Quando um homem achar uma moça virgem, que não for desposada, e pegar nela, e se deitar com ela, e forem apanhados,

29       Então o homem que se deitou com ela dará ao pai da moça cinqüenta siclos de prata; e porquanto a humilhou, lhe será por mulher; não a poderá despedir em todos os seus dias.

30       Nenhum homem tomará a mulher de seu pai, nem descobrirá a nudez de seu pai.


Lucas 9.51-62 

51       E aconteceu que, completando-se os dias para a sua assunção, manifestou o firme propósito de ir a Jerusalém.

52       E mandou mensageiros adiante de si; e, indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos, para lhe prepararem pousada,

53       Mas não o receberam, porque o seu aspecto era como de quem ia a Jerusalém.

54       E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez?

55       Voltando-se, porém, repreendeu-os, e disse: Vós não sabeis de que espírito sois.

56       Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las. E foram para outra aldeia.

57       E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores.

58       E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.

59       E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai.

60       Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.

61       Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa.

62       E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.


Lucas 10.1-12 

1         E DEPOIS disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir.

2         E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara.

3         Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos.

4         Não leveis bolsa, nem alforje, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho.

5         E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa.

6         E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se não, voltará para vós.

7         E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa.

8         E, em qualquer cidade em que entrardes, e vos receberem, comei do que vos for oferecido.

9         E curai os enfermos que nela houver, e dizei-lhes: É chegado a vós o reino de Deus.

10       Mas em qualquer cidade, em que entrardes e vos não receberem, saindo por suas ruas, dizei:

11       Até o pó, que da vossa cidade se nos pegou, sacudimos sobre vós. Sabei, contudo, isto, que já o reino de Deus é chegado a vós.

12       E digo-vos que mais tolerância haverá naquele dia para Sodoma do que para aquela cidade.


Salmos 74

1         Ó DEUS, por que nos rejeitaste para sempre? Por que se acende a tua ira contra as ovelhas do teu pasto?

2         Lembra-te da tua congregação, que compraste desde a antiguidade; da vara da tua herança, que remiste; deste monte Sião, em que habitaste.

3         Levanta os teus pés para as perpétuas assolações, para tudo o que o inimigo tem feito de mal no santuário.

4         Os teus inimigos bramam no meio dos teus lugares santos; põem neles as suas insígnias por sinais.

5         Um homem se tornava famoso, conforme houvesse levantado machados, contra a espessura do arvoredo.

6         Mas agora toda obra entalhada de uma vez quebram com machados e martelos.

7         Lançaram fogo no teu santuário; profanaram, derrubando-a até ao chão, a morada do teu nome.

8         Disseram nos seus corações: Despojemo-los duma vez. Queimaram todos os lugares santos de Deus na terra.

9         Já não vemos os nossos sinais, já não há profeta, nem há entre nós alguém que saiba até quando isto durará.

10       Até quando, ó Deus, nos afrontará o adversário? Blasfemará o inimigo o teu nome para sempre?

11       Porque retiras a tua mão, a saber, a tua destra? Tira-a de dentro do teu seio.

12       Todavia Deus é o meu Rei desde a antiguidade, operando a salvação no meio da terra.

13       Tu dividiste o mar pela tua força; quebrantaste as cabeças das baleias nas águas.

14       Fizeste em pedaços as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto.

15       Fendeste a fonte e o ribeiro; secaste os rios impetuosos.

16       Teu é o dia e tua é a noite; preparaste a luz e o sol.

17       Estabeleceste todos os limites da terra; verão e inverno tu os formaste.

18       Lembra-te disto: que o inimigo afrontou ao Senhor e que um povo louco blasfemou o teu nome.

19       Não entregues às feras a alma da tua rola; não te esqueças para sempre da vida dos teus aflitos.

20       Atende a tua aliança; pois os lugares tenebrosos da terra estão cheios de moradas de crueldade.

21       Oh, não volte envergonhado o oprimido; louvem o teu nome o aflito e o necessitado.

22       Levanta-te, ó Deus, pleiteia a tua própria causa; lembra-te da afronta que o louco te faz cada dia.

23       Não te esqueças dos gritos dos teus inimigos; o tumulto daqueles que se levantam contra ti aumenta continuamente.


Provérbios 12.11
 11       O que lavra a sua terra se fartará de pão; mas o que segue os ociosos é falto de juízo.


 

2 comentários: